Você Vive Mais as Suas Expectativas ou Realizações?

Fiz essa pergunta à mim mesma, enquanto eu lia o livro “Felicidade ou Morte” do Clóvis de Barros Filho e Leandro Karnal (farei uma resenha em breve a respeito) e me deparei com esta frase:

“Há uma obsessão muito forte por essa ideia de felicidade e, em grande medida, pessoas vivem muito mais a expectativa do que a realização” (trecho do livro “Felicidade ou Morte”)

E foi onde parei para refletir em tudo o que desejamos para as nossas vidas, por mais ingênuo que pareça o comentário ou por mais noção que tenhamos de que aquilo não é simples assim, mas de alguma forma, queremos que isso aconteça:

“Porque eu vou ganhar na Mega Sena dessa vez e vou comprar uma casa, carro…”

“Porque eu serei o dono de uma empresa bem sucedida que terá x funcionários, várias unidades…”

“Porque eu ainda vou viajar o mundo…”

Ou quando, ao invés de sonhos, vivemos nossos medos sobre um futuro que ninguém sabe o que nos espera:

“E se eu investir todo o meu dinheiro nesse novo negócio e não der certo?”

“E se eu for mandada embora da empresa?”

“E se Fulana não entender meu ponto de vista? Será que ela deixa de falar comigo?”

Não que os sonhos sejam inalcançáveis, com exceção da Mega Sena que eu, particularmente, não acredito, mas sobre os demais e muitos outros desejos e medos que temos, é que eu te pergunto: você vive esses cenários (ou algum outro) só na sua mente ou você se coloca em ação diariamente para o seu objetivo ser alcançado?

Se a resposta for ‘sim’, parabéns! Você já está na jornada rumo ao seu objetivo. Mas se a resposta for ‘não’, como você não quer se frustrar depois?

É fácil dizermos que queremos isso ou aquilo ou que nada de bom acontece na vida, mas o quanto somos responsáveis por isso?

Aprendi que “Felicidade não é destino. Felicidade é jornada” há pouco mais de 1 ano e acredito muito, agora, que isso é o que mais importa, mas eu também tenho os meus objetivos e planos e para que eu não me sinta frustrada, insatisfeita, infeliz depois, eu preciso tirar essas expectativas da minha mente para que se tornem realizações.

  • Mais medo = procrastinação = frustração
  • Menos medo = mais ação = realização

O dia a dia não é fácil e claro, sempre teremos nossos altos e baixos, mas consciente de tudo isso e que nada vai acontecer se ficarmos parados esperando que as coisas caiam no nosso colo, qual das opções acima você escolhe a partir de agora para a sua vida? 

Eu já escolhi a minha 😉

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *