Dicas para um Currículo Efetivo

Neste assunto, tamanho não é documento e sim, conteúdo. O currículo não é uma autobiografia e sim uma breve lista de qualificações profissionais e acadêmicas que você obteve na sua carreira profissional.

Inclua informações atrativas para aquele profissional que fará a leitura do seu currículo. Nunca minta em um currículo profissional, e procure não “enrolar” com informações que não são relevantes, vá direto ao ponto.

Procure ter clareza e objetividade, seguindo uma ordem organizada de informações conforme abaixo:

IDENTIFICAÇÃO

Inicie o documento com o seu nome completo centralizado, registre o seu estado civil, nacionalidade, idade, endereço completo (com rua, número e complemento), CEP, cidade, Estado, telefone residencial, celular (todos com DDD) e e-mail. OBJETIVO.

Não coloque documentos como RG e CPF, se a empresa necessitar destes itens em um segundo momento ela lhe solicitará.

Deixe claro o seu objetivo profissional. É importante pesquisar a respeito da vaga ou da empresa antes de definir o objetivo, pois dependendo da demanda da oportunidade ele pode ser alterado.

FORMAÇÃO ACADÊMICA

Liste os cursos de graduação, pós-graduação e especialização, do mais recente para o mais antigo, com ano de início e de término.

RESUMO DAS QUALIFICAÇÕES

Apresente uma síntese de suas competências e habilidades profissionais. Faça uma análise de suas experiências anteriores e aponte as habilidades que teve que desenvolver para realizar suas tarefas.

TRAJETÓRIA PROFISSIONAL

Geralmente a experiência é o ponto que mais chama a atenção dos recrutadores. Resuma seu histórico profissional, não se esquecendo dos seguintes pontos:

  1. As empresas nas quais trabalhou (da mais recente para a mais antiga)
  2. O período em que passou em cada uma delas.
  3. Seu(s) cargo(s) na organização.
  4. Uma breve descrição de suas funções e responsabilidades (pode descrever com maiores detalhes os pontos apresentados no Resumo Profissional).
  5. Pode-se colocar também quais foram suas principais realizações, trabalhe com fatos e dados concretos de forma objetiva.

IDIOMAS

Liste os idiomas nos quais você tem algum conhecimento e, principalmente, seu nível (intermediário, avançado  ou fluência). Se o nível for básico não vale à pena mencionar.

EXPERIÊNCIA INTERNACIONAL

Caso você tenha alguma experiência de trabalho ou estudo no exterior, é hora de mencioná-la(s). Não mencione viagens de férias ou turismo. De ênfase a programas de intercâmbios e/ou estágios no exterior.

INFORMAÇÕES ADICIONAIS

Por fim, liste suas habilidades específicas, como conhecimentos de microinformática, linguagens de programação, seminários e workshops relevantes, meramente profissionais. Nunca cite cursos esportivos e atividades de lazer. Se você desenvolve alguma atividade voluntária, é hora de mencioná-la.

Dicas gerais:

Faça uma revisão cuidadosa do texto;

Não escreve nada sobre pretensão salarial;

Não coloque nada sobre referências profissionais;

Faça uma breve carta de apresentação no corpo de e-mail.

Espero que tenha ajudado,

Até logo

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *