Como Esperar pelos Objetivos a Longo Prazo

Seja num processo de coaching ou organização financeira, a preocupação da maioria dos meus clientes é o “E depois?”. 

E entendo essa preocupação, pois a impressão que se tem é que até então as coisas não estavam dando tão certo e com acompanhamento, técnicas e ferramentas, fica mais fácil. “Mas será que vou conseguir continuar com o passo a passo depois?”.

E mesmo que você não passe por esses processos, todo mundo tem 1 ponto em comum quando se trata do objetivo a médio e principalmente, a longo prazo: a paciência ou a falta dela para executar as ações e obter os resultados que tanto se espera.

Já compartilhei algumas vezes aqui, a preocupação com a saúde mental devido à velocidade das mudanças e a avalanche de informações que recebemos o tempo todo. Isso tudo tem nos acostumado muito mal, pois para muitas coisas, não precisamos, não temos e nem podemos mais esperar. Só que isso não se aplica à nossa vida em si!

Hoje, nós precisamos nos conscientizar e conscientizar as pessoas que nos cercam que há uma trajetória a percorrer, passos a serem dados e um caminho a seguir se queremos alcançar algo grandioso (termo relativo à cada pessoa, então, o que é grandioso para mim pode não ser para você e vice versa). Ou seja, tudo leva tempo!

“Mas quanto tempo?”

Isso depende de vários fatores, mas na sua grande maioria, de você mesmo! Pense que o tempo que você  perde procrastinando algo é o mesmo tempo que você adia o alcance do seu objetivo.

Há uma forma milagrosa para isso? Não, não há!

Persistência é a palavra chave e para construir isso, claro, há algumas práticas que podemos aplicar nas nossas vidas que nos ajudam muito com isso.

Sugiro que você assista as playlists abaixo sobre 2 minisséries que fiz. O passo a passo que mencionei é super importante para que você faça a manutenção das suas vontades e prioridades, principalmente, com relação ao ter um objetivo com prazo definido (e valor, se for o caso) que você queira MUITO alcançar e deixa-lo em local visível. Isso vai fazer com que você relembre o motivo pelo qual você precisa tomar as suas decisões diárias e para assim, manter seu foco para chegar aonde deseja.

E um ponto importante: o ser humano costuma subestimar o tempo. “Nossa, 1 ano? Está tão longe!”, mas há pessoas que tem um desafio grande em reservar 15 minutos por dia para se exercitar ou aquelas que dizem passar 10 minutos nas redes sociais, mas quando viram, lá se foi 1 hora ou quando sempre dizemos “Nossa, mas o ano passou tão rápido!”.

Então, aproveite bem o tempo que tem, não para viver uma vida totalmente privada, cheia de regras e que você esteja em ação o tempo todo, porque acho que o risco de nos sabotarmos é maior, mas para viver bem cada momento, viver bem consigo mesmo, analisando o seu desempenho e resultados, pelo menos, semanalmente, definindo e indo atrás das suas prioridades e sabendo, principalmente, que cada esforço vai ser recompensado por um objetivo maior.

Haverá altos e baixos? Sempre, mas é assim que você vai conseguir se reerguer e é de onde você vai tirar motivação para seguir adiante.

E se, mesmo assim, o desafio de continuar, de exercer a sua paciência e visualizar os resultados para sua motivação ainda for grande, peça ajuda! Seja da família, amigos, profissionais como psicólogos, coaches, orientadores, enfim. Não hesite em pedir ajuda! Não há investimento maior do que a sua própria vida!

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *